Ranking dos Carros com Seguro Mais Barato e Mais Caro

Para saber o valor do seguro de um veículo, é preciso levar em consideração vários fatores: o próprio automóvel, ano de fabricação, região na qual você mora, quilometragem percorrida e diversos outros aspectos. Então é difícil precisar com exatidão o valor de cada seguro, mas é possível ter uma noção aproximada. Veja a seguir o ranking dos carros com seguros mais caros e mais baratos.

Os seguros mais baratos

Renault Kwid.  Valor do seguro: R$1.834

Esse modelo possui um motor 1.0, um porta-malas de 290 litros, quatro airbags, indicador de troca de marcha, entre outras funções.

Ford Ka.  Valor do seguro: R$2.057

O Ford Ka foi lançado no Brasil em 1997. É um modelo compacto e tem manutenção bastante econômica para quem não quer gastos excessivos na hora de manter o carro regular.

Renault Sandero. Valor do seguro: R$2.102

Esse é um dos modelos mais vendidos pela Renault no Brasil. Foi lançado no país em 2007 e, desde então, está sempre em alta.

Fiat Argo.  Valor do seguro:R$2.109

O Argo é um hatchback compacto. O modelo dispõe de diversas versões do drive: manual e automatizado.

Chevrolet Onix.  Valor do seguro: R$2.395

Esse foi o carro mais vendido no Brasil no ano de 2016,este é um carro compacto bastante desenvolvido.

Os seguros mais caros

Iveco Daily.  Valor do seguro: R$17.494

Produzido pela Iveco, esse veículo tem um dos seguros mais caros do mercado.

Renault Master.  Valor do seguro: R$16.785

Conhecido principalmente por sua versatilidade, este é um veículo eficiente e robusto.

Volvo V60.  Valor do seguro: R$14.540

Este é um veículo bastante seguro e de ótimo desempenho na estrada. Apesar do alto custo do seguro, a revisão do carro geralmente pode ter um preço baixo.

Kia Carnival.  Valor do seguro: R$14.483

Um veículo que tende a ser a solução para as famílias numerosas por ter muito espaço interno. A capacidade odo  porta-malas é de 916 a 960 litros.

Fiat Toro.  Valor do seguro: R$9.688

Conhecido pela potência do motor e a seu comprimento, o Fiat Toro não decepciona quando o assunto é a desenvoltura nas estradas.

Ser proprietário de um carro não custa barato. Além das taxas de seguro, existem impostos obrigatórios para quem possui um veículo. Lembre-se que para estar em situação regular com o DETRAN, o licenciamento do seu carro deve estar em ordem, isto é, com todas as taxas quitadas, como por exemplo o IPVA. Ainda não verificou as informações sobre este imposto? Fique atento ao pagamento IPVA 2019.

Saiba quem pode se inscrever no SISU

O vestibular fez parte da adolescência de muitos profissionais brasileiros.  Ele foi a única porta de entrada para muitas universidades e faculdades em todo o país. Hoje temos apenas um Sisu – Sistema Único. Ele é fácil de usar e entender. Confira a seguir.

O que é o Sisu?

Sisu pode ser uma palavra com apenas 4 letras mais de um alto grau de importância. A sigla quer dizer Sistema de Seleção Unificada, o novo método de seleção para ocupar vagas no ensino superior no Brasil. 

O processo para entrar em universidade pública no Brasil era bem simples. O aluno fazia a prova do vestibular e se a nota vencesse a concorrência ele conseguia entrar em uma vaga e ocupar a sala de aula. Esse é o processo mais simples e mais conhecido.

O vestibular, contudo,  passou aos poucos a ser substituído por um sistema digital integrado. Todas as universidades públicas do Brasil oferece as suas vagas através do sistema unificado, o Sisu. E a seleção? Essa é feita através do Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como Enem.

Todos os candidatos a uma vaga em universidade pública devem se inscrever no ENEM 2019. O próximo passo é cadastrar-se no Sisu, escolher o curso e tentar entrar com sua nota de acordo com o número de vagas. Simples e fácil de fazer. 

Quem pode se inscrever no Sisu?

O cadastramento no Sisu agora é obrigatório para todos os interessados em tentar uma vaga em universidade pública brasileira. Logo, todos os interessados em cursar um curso em universidade gratuita devem se cadastrar no Sisu. 

Todos podem se cadastrar no sistema sem pagar nada. A aprovação do cadastro é independente da concorrência para as vagas. Para esta segunda opção é preciso ter nota do Enem acima dos outros alunos concorrentes e isso independe do cadastro. 

Mas como só pode entrar em uma universidade quem cumpriu os anos anteriores o cadastro deve ser feito por alunos com ensino médio já concluído.

Como se inscrever no Sisu

O processo seletivo de vagas em universidades públicas brasileiras através do Sisu é realizado uma vez ao ano. Sempre no último mês, em dezembro, seguindo por uma parte de janeiro. 

O período de inscrição do Sisu é aberto logo após as notas do Enem serem divulgadas. Afinal, é esta numeração a usada no sistema do ano anterior ou de até dois anos antes. O aluno se cadastra no sistema seguindo o passo a passo e preenchendo os campos em banco de um formulário intuitivo – é só ler a mensagem e preencher de acordo com as solicitações. 

Os próximos passos são escolher uma instituição de ensino e um curso como primeira opção. Repete-se em seguida o processo para uma segunda opção de curso caso a nota não seja suficiente para a primeira. Depois é só aguardar a avaliação do cadastro e se sua nota é o suficiente para entrar no curso desejado. 

O Sisu trabalha com cadastro de reserva – a segunda chamada. Se candidatos aprovados em primeiro momento não se apresentarem os demais da lista podem se apresentar.

 

5 Infrações que podem levar a apreensão do veículo

Apreensão do veículo é uma das medidas mais severas do Departamento de Trânsito (Detran). Apesar de ser muito vista nas ruas não é algo praticado com frequência. Está prevista apenas nas multas do tipo grave. Saiba mais!

Em que situações pode acontecer a apreensão do veículo?

Um veículo é apreendido quando a situação é considerada tão grade de acordo com as normas de trânsito que não é de bem ele continuar nas ruas. São cinco as principais:

Veículo roubado – não é seu e você não sabe de quem é o carro o qual está dirigindo? Ele será detido para mais esclarecimentos. Sem o documento do veículo em mãos (e válido) para comprovar a propriedade infelizmente ele não poderá circular. 

Documento do veículo atrasado – ele é emitido anualmente automaticamente após pagar o IPVA RJ ou de qualquer outro Estado. Neste caso o carro, moto ou caminhão pode ficar detido até a taxa ser tirada do atraso. Não importa se é um atraso de 30 dias ou anos. Se tiver irregular ele fica. 

Motorista embriagado sem condutor disponível – se tiver quem possa dirigir por perto e devidamente habilitado tudo bem. Se não o carro ou moto fica e vai para o pátio com pagamento de taxas. Isso não é negociado porque ao ser pego pela Lei Seca a infração é muito grave. O motorista está colocando em risco sua própria vida.

Dirigir sem habilitação – o proprietário ser multado por permitir a infração e o veículo fica. 

Dirigir com permissão diferente para o seu veículo – permissão para moto não vale para carro e vice versa. Dirigir veículo de categoria diferente à registrada na habilitação cabe apreensão do veículo, suspensão do documento e encaminhamento para curso de reciclagem, além de pagar multa. 

Como acontece a apreensão de um veículo

Se ao acordar o motorista e a infração de trânsito for constatada, o condutor é convidado a se retirar da direção e afastar-se do carro. Pode levar seus pertences pessoais mas não poderia mais guiar o carro. 

Mesmo os agentes de trânsito sendo habilitados, não são eles responsáveis por guiar o carro. Caso a apreensão seja realizada na rua (em uma blitz ou outro tipo de interação com o condutor) um reboque devidamente sinalizado pelo Detran será enviado até o local caso não haja um disponível. O veículo é colocado no reboque e então será levado para um pátio do Detran. 

Para ter o bem de volta o proprietário deve procurar o Departamento de Trânsito mais próximo (pode ser qualquer um) e pagar as multas e taxas pelo reboque. Caso o problema tenha sido de embriaguez é preciso apenas pagar as taxas de reboque e estacionamento no depósito do Detran e ele será liberado. 

Caso a situação seja de não ter pago o IPVA MG, por exemplo. Ele deve pagar o IPVA (todos os meses em atraso ou negociar isso) e as taxas de estacionamento no local determinado pelo Detran (diária) e reboque. Quando o pagamento compensar e for liberado no sistema ele é 

Saiba como se torna um jovem aprendiz da Caixa

A Caixa Econômica Federal é o principal banco público no Brasil. É a principal ferramenta do Governo Federal de pagamentos, arrecadação de impostos e outros tipos de ferramentas para ajudar na economia. Para ingressar ou por concurso público ou trabalho temporário como Jovem Aprendiz. Saiba como a seguir. 

Vagas de emprego na Caixa

Por ser uma empresa pública a contratação de novo funcionário para a Caixa acontece apenas por meio de concurso. O edital é aberto e anunciado no Diário Oficial da União, os interessados fazem a prova escrita e se aprovados são convocados para assumir o cargo de Técnico Bancário Novo.

Mas há outras formas de trabalhar neste banco em especial, infelizmente todas temporárias. Uma delas é como Menor Aprendiz, cargo ocupado por estudantes do ensino fundamental e médio. 

A empresa também contrata temporários por meio de empresas terceirizadoras de mão de obra e estagiário de nível superior. Mas emprego com carteira assinada apenas na Caixa. 

Cargo de Jovem Aprendiz Caixa 

O Jovem Aprendiz da Caixa é um cargo de contratação temporária. Pode ser assumido por um ano e com contrato renovado por igual período. Finalizados os 24 meses não poderá ser contratado. 

Para ser um jovem aprendiz da Caixa é preciso:

  • Ser estudante do ultimo ano do ensino fundamental ou ensino médio;
  • Ter entre 14 e 24 anos;
  • Não ter sido um menor aprendiz antes;
  • Não ter emprego com carteira assinada.

A função é de meio período e sempre com expediente de segunda à sexta. O funcionário temporário não pode trabalhar por mais de seis horas e sempre com a supervisão de um técnico bancário. Não pode exercer funções de alta periculosidade e tão pouco serviços bancários como abrir e fechar conta, orientar investimentos, dentre outros tipos. 

Para concorrer a uma vaga de aprendiz na instituição basta se cadastrar. O cadastro pode ser feito acessando o site oficial da empresa. 

Novo Concurso da Caixa

O último para a Caixa Econômica Federal aconteceu em 2004. Valia por dois anos e já foi prorrogado, perdendo a validade então em 2018. Logo, a previsão é que de fato haja um Concurso Caixa 2018. Mas será que vai acontecer? Alguns professores de cursinhos preparatórios para concursos estão bem confiantes.

Edgar Abreu, professor da disciplina Conhecimentos Bancários na A Casa do Concurseiro, cita que um funcionário novo é muito mais barato e mais adequado para a atual situação do banco. O concurso é certo e espero, mas não com tantas vagas como antes. 

O concurso envolve apenas prova teórica com as disciplinas de conhecimentos bancários, português, raciocínio lógico matemático, matemática financeira e marketing e técnicas de vendas. Estas foram as cobradas no último certame, mas podem ser modificadas de acordo com a necessidade da empresa. 

Por lei o Concurso Caixa 2018 não pode realizar apenas para cadastro de reserva. É preciso escolher dentro os pólos disponíveis qual deseja atuar, mas não a agência. Tende a ser um dos concursos com maior número de inscritos nas próximas edições. 

7 Coisas para nunca fazer nas redes sociais

As redes sociais são sites que permitem interação em tempo real entre usuários. Como meio de comunicação fácil e rápido são excelentes, mas o seu uso indiscriminado pode trazer alguns problemas. Não é comum surgirem polêmicas por postagens entre os amigos e até mesmo famosos escorregam as vezes. Para evitar setem dicas de coisas para nunca fazer nas redes sociais.

Dicas de 7 Coisas para nunca fazer nas redes sociais

Usar redes sociais nunca foi um problema. Muita gente possui perfil em Facebook, Twitter, Instagrame afins. O mal uso delas talvez gere alguns problemas e desconfortos entre os demais usuários. Para evitar temos sete dicas básicas.

1 – Postagens com críticas negativas sobre política e religião

Pode publicar algo sobre o tema? Sem problemas mas pensando no respeito. Opiniões fortes indo de encontro a uma posição política e crenças religiosas geram discussões calorosas e no geral alguns saem ofendidos. Não é bacana em diversos pontos, mas o principal é por não haver respeito quanto a opinião do outro.

2 – Usar palavras de baixo calão

O perfil é seu. Contudo, é interessante usar uma linguagem social porque não é bem visto por colegas de trabalho e familiares. Xingamentos usando ‘palavrões’ é uma falta de educação sem comparativo. 

2 – Não responder aos comentários dos seguidores

Não dá para responder todos mas ao menos uma curtida é considerado educado e de bom tom. Em especial quando lhe parabenizam por uma premiação, um feito ou algo muito positivo. No dia do seu aniversário vão surgir diversos comentários e é interessante agradecer o carinho e atenção. 

3 – Postar tudo o que você faz durante o dia

Há quem ache bacana e quem não goste. No geral é visto como chato e exposição demais quando alguém comenta sobre tudo, narra todos os passos do seu dia e mostra como ele é lindo e legal. Nas redes sociais menos é mais.

4 – Postar fotos de intimidades com parceiros

Primeiro porque as redes sociais podem censurar como pornografia. Segundo porque não é bacana expor a intimidade para outras pessoas. Além de ser exposição demais é considerado de teor zero de educação 

5 – Comentar negativamente sobre tudo dos outros

Não gostou da postagem do amigo? O silêncio pode ser uma resposta. Se a cada postagem de um seguidor ou parceiro o comentário for sempre negativo as pessoas vão formar uma imagem errada de você. Evite. 

6 – Compartilhar a sua localização

Não é seguro. Se avisa que está viajando com toda a família em outro estado e todos estão fora de casa, está dando a receita do bolo completa para um invasor. Tente ser discreto sobre seu endereço e se possível postar apenas após o evento e não quando ainda está nele. Outra dica é não avisar quando está saindo e para onde vai. Muito sequestros e invasões foram planejados desta forma. 

7 – Falar mal da empresa a qual trabalha

Já pensou em seu chefe lendo o quanto você não suporta a empresa a qual trabalha, seus colega sou seu cargo? Os colegas lendo o quanto você está de saco cheio deles? É considerado anti ético e motivo para justa causa. 

Confira as tendências de beleza que vão continuar em 2018

Você organiza o seu closet hoje mas a moda está muitos meses à frente. Enquanto as vitrines estão se enchendo de novos produtos os estilistas já trabalham nas principais tendências. Mas nada de trocar tudo. Há muita coisa bacana na moda que vai continuar em 2018 segundo as previsões dos fashionistas.

O que vai e o que fica na moda 2018

Se tem uma estampa para sempre apostar e sucesso nos últimos meses é a floral. Contudo, o novo floral dos últimos dois anos está renovado. As estampas são maiores. Vamos deixar o minimalismo de lado um pouco e apostar em flores largas, muitas plantas nacionais e tecidos pintados à mão. A tendência para durar ainda na moda 2018 chama-se ‘floral renovado’.

Ama o azul? Então vai gostar de saber da grande aposta para o próximo ano: Azul Serenety. A cor deve perdurar por mais um ano entre os trabalhos do fashionistas. A tonalidade cai bem em unhas, roupas de festa e moda casual sem problema. Outros tons para bombar são: amarelo, lilás e laranja. O tom acetinado volta com tudo também!

Falando em modelos não se esqueça de investir em  no top Bralettes. A peça valoriza o busto e estende a sua presença no closet por mais um tempo. Vale investir em sobreposição com jaquetas e blusas com manga comprida, outra tendência forte para ficar tanto no verão como no inverno.

Tendências de unhas para a moda 2018

Quem vai de clássico francesinha pode pensar em algumas mudanças para a próxima esmaltação. Há muita coisa bacana prevista para fazer sucesso nos salões de beleza.

Nas Unhas Decoradas para Casamento o branco ainda vale. O clássico sempre será clássico, mas por que não investir em algo um pouco mais ousado? As unhas opacas, sem brilho, são uma forte tendência para subir ao altar. Outra boa dica é a filha única com pedras porque a moda de acessórios nas unhas sempre faz sucesso.

O tema floral ainda em alta em todos os cantos. Vale investir tanto em uma flor como várias, com cobertura simples. Sem brilho é a melhor pedida buscando algo mais natural. Por enquanto o glíter no seu esmalte preferido deve ficar guardadinho.

Investimentos que sempre dão certo na moda

Você sabe comprar peças atemporais? A moda muda, sabemos disso. E muda tão rápido que as vezes compramos em poucas semanas já está out off line. Para prevenir estes problemas algumas dicas é compor um guarda roupa e sua maleta de maquiagem com algumas peças neutras. 

Para o batom o vermelho e nude sempre cabem bem. Pode ser um mais discreto ou algo mais ousado. Mas com estas duas tonalidades nunca dará errado. 

Já nas roupas o jeans básico com lavagem azul é sua melhor escolha para usar a peça por anos. Os cortes mais justos são os mais indicados porque boca de sino, boyfriend e afins entram e saem dos desfiles deixando suas marcas temporárias. Jaqueta de couro preta, jaqueta jeans e casaquinho preto sempre são boas escolhas também.