Saiba quem pode se inscrever no SISU

O vestibular fez parte da adolescência de muitos profissionais brasileiros.  Ele foi a única porta de entrada para muitas universidades e faculdades em todo o país. Hoje temos apenas um Sisu – Sistema Único. Ele é fácil de usar e entender. Confira a seguir.

O que é o Sisu?

Sisu pode ser uma palavra com apenas 4 letras mais de um alto grau de importância. A sigla quer dizer Sistema de Seleção Unificada, o novo método de seleção para ocupar vagas no ensino superior no Brasil. 

O processo para entrar em universidade pública no Brasil era bem simples. O aluno fazia a prova do vestibular e se a nota vencesse a concorrência ele conseguia entrar em uma vaga e ocupar a sala de aula. Esse é o processo mais simples e mais conhecido.

O vestibular, contudo,  passou aos poucos a ser substituído por um sistema digital integrado. Todas as universidades públicas do Brasil oferece as suas vagas através do sistema unificado, o Sisu. E a seleção? Essa é feita através do Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como Enem.

Todos os candidatos a uma vaga em universidade pública devem se inscrever no ENEM 2019. O próximo passo é cadastrar-se no Sisu, escolher o curso e tentar entrar com sua nota de acordo com o número de vagas. Simples e fácil de fazer. 

Quem pode se inscrever no Sisu?

O cadastramento no Sisu agora é obrigatório para todos os interessados em tentar uma vaga em universidade pública brasileira. Logo, todos os interessados em cursar um curso em universidade gratuita devem se cadastrar no Sisu. 

Todos podem se cadastrar no sistema sem pagar nada. A aprovação do cadastro é independente da concorrência para as vagas. Para esta segunda opção é preciso ter nota do Enem acima dos outros alunos concorrentes e isso independe do cadastro. 

Mas como só pode entrar em uma universidade quem cumpriu os anos anteriores o cadastro deve ser feito por alunos com ensino médio já concluído.

Como se inscrever no Sisu

O processo seletivo de vagas em universidades públicas brasileiras através do Sisu é realizado uma vez ao ano. Sempre no último mês, em dezembro, seguindo por uma parte de janeiro. 

O período de inscrição do Sisu é aberto logo após as notas do Enem serem divulgadas. Afinal, é esta numeração a usada no sistema do ano anterior ou de até dois anos antes. O aluno se cadastra no sistema seguindo o passo a passo e preenchendo os campos em banco de um formulário intuitivo – é só ler a mensagem e preencher de acordo com as solicitações. 

Os próximos passos são escolher uma instituição de ensino e um curso como primeira opção. Repete-se em seguida o processo para uma segunda opção de curso caso a nota não seja suficiente para a primeira. Depois é só aguardar a avaliação do cadastro e se sua nota é o suficiente para entrar no curso desejado. 

O Sisu trabalha com cadastro de reserva – a segunda chamada. Se candidatos aprovados em primeiro momento não se apresentarem os demais da lista podem se apresentar.